Loucura, loucura, loucura! Grande mídia comemora saída do armário do ex-pastor Felipe Heidereich

Felipe Heiderich atualmente namora o youtuber Bruno de Simone

Chuvas de confetes e purpurinas para a notícia de que o agora ex-pastor Felipe Heiderich vive uma fase completamente nova, afastado da igreja, dando testemunho de que o "amor não tem limites". Em uma entrevista exclusiva ao jornal O Dia, Felipe afirmou que sua heterossexualidade já é coisa do passado. Atualmente namorando o youtuber Bruno de Simone, ele abriu o jogo sobre seu primeiro relacionamento com outro homem, mas garante não se considerar homossexual: "me considero bissexual, porque sinto atração por mulheres", confessa, segundo a reportagem.


Mais um motivo para a grande mídia confirmar a "tese mundana" de que a santidade dos crentes é coisa de fachada e que não precisa muito para que essa religiosidade caia por terra. Outras celebridades gospel, como a modelo Andressa Urach, também estão pulando do barco evangélico. Felipe Heiderich virou celebridade após ser preso, provar sua inocência e depois ser absolvido pela Justiça da acusação de pedofilia da pastora Bianca Toledo, sua ex-mulher. O casamento dos dois foi celebrado como casamento dos sonhos entre os fuchiqueiros gospels. O casal criou um canal no Youtube onde ensinava a viver uma vida com Cristo no casamento. 


A sombra da homossexualidade pairava sobre Felipe desde antes do casamento com Bianca, mas ele nunca havia assumido. Agora busca encontrar paz com sua decisão: 


"Cada um tem o seu tempo, seus medos, seus traumas. A sexualidade não é algo que se liga e desliga como um interruptor. Imagina alguém como eu, aos 40 anos, vivendo algo novo. É assustador. Você não sabe o que fazer e como lidar com os sentimentos. Se pudesse eu teria desligado o interruptor, mas não funciona assim. Procurei ajuda e tive meu tempo de colocar a cabeça no lugar", afirmou Felipe na entrevista ao O Dia.


Na entrevista, o agora ex-pastor fala também de igrejas inclusivas, mas não aprofunda o desejo de seguir nesta linha doutrinária, dizendo que este é o momento dele ser cuidado e não cuidar dos outros. 


Se ele realmente conhece o Evangelho, obviamente reconhece a impossibilidade de alinhar o seu pecado ao serviço genuíno a Deus. Por mais que o politicamente correto tente subverter a cosmovisão da sociedade atual, a Bíblia é imutável. O homossexualismo e/ou a bissexualidade são desvios da vontade de Deus e dos princípios estabelecidos pelo Senhor para os seus filhos. Muitos querem incorporar esses modismos comportamentais na seara cristã, mas o fundamento evangélico é sólido: arrependa-se e me siga! É a única opção. 


O insensato pensa que sua conduta é correta, mas o sábio dá ouvidos aos conselhos.

Provérbios 12:15

Comente

Não deixe passar em branco

Postagem Anterior Próxima Postagem